Petrobras recebe licença do Ibama para instalar plataforma na cessão onerosa

Petrobras recebe licença do Ibama...

A plataforma da Petrobras P-74, que será instalada no campo de Búzios, na área da cessão onerosa, no pré-sal da Bacia de Santos, recebeu licença de instalação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), informou à Reuters a petroleira nesta quinta-feira.

A Petrobras não deu previsões para o recebimento da licença de operação ou para o início da produção da unidade, segundo uma mensagem por email à Reuters.

A P-74, uma das oito previstas pela empresa para entrar em operação neste ano, poderá ser a primeira a entrar em operação na cessão onerosa.

Procurado, o Ibama não respondeu imediatamente o pedido de comentários.

Fonte: ExtraMovimentação de cargas no Pecém salta 41%

No ano passado, as exportações tiveram aumento de 95% ante 2016. Já as importações cresceram 29%

O Terminal Portuário do Pecém fechou 2017 com uma movimentação de cargas 41% superior à registrada no ano anterior. Segundo a administração do complexo, o resultado gerou um faturamento bruto de cerca de R$ 144 milhões, o que representa um crescimento de 62,2% em relação ao de 2016.

No ano passado, foram movimentadas mais de15 milhões de toneladas pelo Porto. O maior destaque do acumulado de 2017 ficou para as exportações, que foram responsáveis pelo total de 4.402.370 toneladas de janeiro a dezembro. O número representa um crescimento de 95% ante o resultado de 2016.

Entre as cargas enviadas para fora do País, as placas de aço tiveram o maior volume, com mais de 2,5 milhões de toneladas. As frutas, com mais de 201 mil toneladas, e o gás natural, com 121.511 toneladas exportadas, aparecem na sequência.

No entanto, de acordo com o presidente do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp), Danilo Serpa, as exportações são só um dos fatores para o aumento da movimentação. Segundo ele, o trabalho de divulgação das atividades do Porto também precisa ser exaltado.

"A exportação das placas de aço impulsionou os resultados das exportações, mas é preciso ressaltar também o trabalho de divulgação das potencialidades do Porto do Pecém para o mercado internacional. Trabalhamos fortemente em parceria com o Governo do Estado esse aspecto durante todo o ano de 2017", disse Danilo.

Balanço

Pelo outro lado, as importações, que representaram o maior volume movimentado pelo Porto do Pecém, cresceram 29% em 2017 ante 2016, e chegaram ao patamar de 11.766.591 toneladas, contra as 9.156.702 toneladas registradas entre janeiro e dezembro do ano anterior.

Os destaques ficaram por conta do carvão mineral, com mais de 4,9 milhões de toneladas; do gás natural, com mais de 714 mil toneladas; e dos produtos siderúrgicos, que somaram mais de 206 mil toneladas.

Planejamento

Para 2018, o Cipp informou não possuir metas comerciais. O foco deverá ficar para a conclusão da segunda ponte de acesso aos berços e para a conclusão do berço nove. Neste ano ainda deve ser lançado o edital de licitação para a construção de um novo portão de recebimento de cargas, integrado à Rodovia de Placas.

 

 

Fonte: Diário do Nordeste

 

Deixe seu comentário

Comentários:

Leia também:

Enquete


Gostou do novo Site do Jornal Portuário





videos